Thursday, June 29, 2006

A Pirotécnia na ex-Jugoslávia

Numa altura que em Portugal se começa a olhar novamente com grande admiração para os ultras das antigas repúblicas jugoslavas, em especial os croatas, achei pertinente recuperar aqui um artigo publicado na mitíca Zine Sempre Fieis em Março/Abril de 1997. Óbviamente já está um pouco desactualizado em muitos aspectos, mas vale o que vale.
Se em países como Portugal, Itália e França , arranjar material pirotécnico é relativamente fácil, outros países há em que arranjar deste material para uso fruto das claques é bastante difícil e muito arriscado.É o que se passa nos países da ex-jugoslávia...
A maioria dos ultras de Portugal já viu fotos dos grupos da ex-jugoslávia.Em todas elas aparecem tochas e potes de fumos ás dezenas.No entanto, a pirotécnia nestes países, não é legal e é muito difícil de ser adquirida. Em Sarajeco, arranjar tochas e potes de fumo é uma autêntica aventura.Existem os encarregados de conseguir o material que dias antes dos jogos mais importantes, têm de se deslocar a Trieste, em Itália ( a 700 Kms de Sarajevo), para comprarem tochas que são proibidas no seu país. Uma vez aí compra-se cerca de 50 tochas.De regresso, têm que ser introduzidas no país com todo o cuidado, pois não são permitidas e têm que ser muito bem escondidas para que os guardas não as esncontrem e não as confisquem.De regresso a Sarajevo, as tochas são vendidas aos ultras.No entanto, a aventura não acaba aqui. A próxima tarefa que os ultras têm é a de tenatrem introduzir as tochas dentro do Estádio, o que não é nada fácil naqueles países onde têm que superar vários controlos por parte da polícia. As tochas têm que ser estar muito bem escondidas, porque se forem encontradas pela policia, podes mesmo ser preso.O mesmo pode acontecer se fores apanhado a incendiar uma delas.A situação é semelhante em todas as cidades excepto Split e Rijeka. A situação aí é bem mais fácil, pois saõ cidades portuárias e grupos como a Torcida e a Armada arranjam facilmente tochas e potes de fumo provenientes de Itália e que chegam ali por barco contrabandeadas. A legalização da pirotécnia é um assunto que ainda hoje divide os ultras.De um lado, os que são a favor, argumentam que assim o material seria mais barato e permitiria aos grupos darem espectáculos muito superiores. Por outro lado, os ultras que são contra a legalização, defendem que tal, seria muito perigoso, pois assim, facilmente um adepto poderia transportar uma bomba para dentro do Estádio o que poderoia ter consequências bastante graves. A ver vamos !!

10 comments:

Tanque Silva said...

Claro que hoje há muitas difrenças , cá tá tudo muito mais difícil, enquanto por lá as coisas evoluiram em sentido inverso. Por isto mesmo torna-se muito curioso este artigo. Ver se consigo recuperar mais alguns artigos intressantes da Sempre Fieis ou de outras zines da época.

GR1904 said...

Tenho um "compincha" croata da Torcida Split com quem me correspondo de tempos a tempos e os relatos que ele me tem feito de jogos e situações relacionadas, fazem-me recuperar as memórias do que era a nossa realidade há uns 10 anos atrás. Em Split há muita facilidade em recorrer a tochas e potes de fumo que são material proibido, mas uma vez dentro da bancada, a policia não faz nada. Os Bad Blue Boys, de Zagreb, tb usam e abusam desse material o que me faz pensar que o artigo que puseste está, agora, algo desactualizado. Para terminar, uma curiosidade: Os BBB foram fundados por membros da Torcida, no tempo da antiga Jugoslávia, em que a rivalidade era com o Estrela Vermelha da capital Sarajevo. Mais tarde, com a indepencia da Croacia, Split e Zagreb passaram a ser grandes rivais e hj é o que se vê.

Estrela said...

Amigo, Sarajevo nunca foi a capital da Jugoslávia e desconheço se ha um Crvena Zvezda de Sarajevo como ha o de Belgrado, deves ter confundido com a agora capital da Bosnia - Sarajevo, dessa cidade so me lembro mesmo do FC Sarajevo.

GR1904 said...

Confundi mesmo, ista cabeça já anda a dar o berro há uns tempos a esta parte! Ainda por cima, o Estrela Vermelha tem um dos grupos que mais admiro, os Delije... não devo andar a bater bem :)

Tanque Silva said...

Pois , também sou daqueles a quem os Ultras da Torcida Split dizem muito. As pessoas mudam , mas o grupo continua a ser o mesmo e nunca devemos esquecer o passado.

Tanque Silva said...

Pois , também sou daqueles a quem os Ultras da Torcida Split dizem muito. As pessoas mudam , mas o grupo continua a ser o mesmo e nunca devemos esquecer o passado.

Anonymous said...

Acho que deviam fazer mais artigos como este. Apesar de algumas desactualizaçoes , sao sempre atigos que intressam a todo o mundo ultra

Anonymous said...

Alguem aqui arranjas uns potes de fumo ou tochas?

Anonymous said...

Mas ká em portugal é proibdo???

já diziam era ai uma cena há malta pa ir arranjar isso...

Se for proibido é obvio k não vão dizer,,, Os ACAb tão sempre de com os cornos no ar...

Pedro69cunha said...

Já agora, a torcida hajduk split ainda tem a tal grande amizade com os no name boys do benfica ? e porquê ?